17.1.06

Reflecting on the Blog

"Hoje encontrei uma discussão, que se propaga por vários espaços, sobre avaliação de blogs, produzidos em sala de aula. A questão principal é:

Os blogs devem ser avaliados, ou seja, devem ser considerados na nota ou qualificação do aluno?
Se a resposta for afirmativa, quais são os critérios?

Como não poderia deixar de ser, opiniões pró e opiniões contra. Algumas das considerações propõem que:

Para podermos considerar um blog, para nota, os alunos deveriam deixar claro o que pretendem com ele, qual sua meta final ou principal. O papel do professor seria acompanhar o andamento do projeto do aluno e lembrar (quando há dispersão) as metas que ele mesmo propôs. Caso o aluno não retome o trabalho, com a consistência ou direção planejada, o blog não seria considerado para nota e a avaliação voltaria integralmente para as mãos do professor que usaria outros trabalhos que o aluno produziu, para qualificá-lo.

O blog deve ser visto como um portfólio porque evidencia a escrita do aluno no decorrer de um longo período de tempo. Podemos qualificar o aluno pela conversação que é capaz de sustentar entre seu próprio trabalho e o trabalho de seus colegas. Já existem algumas evidências de que os alunos que comentam o trabalho de seus colegas (usando os comentários ou seu próprio blog) melhoram como escritores e conseguem incorporar novas idéias aos seus escritos de modo a coordenar seus próprios pensamentos às idéias mencionadas por outros. Além disso, tornam-se cientes e sensíveis ao conteúdo de toda a blogosphera desenvolvida na sua sala de aula.

Qualificar o blog dos alunos deveria ser um processo holístico que foca não só a qualidade do trabalho individual, mas também em que extensão o trabalho individual reflete o contexto em que se desenvolve. O blogs dos alunos deveriam ser reconhecidos como parte de uma comunidade maior de "investigadores". Alunos blogueiros bem sucedidos são aqueles que estão cientes de que seus amigos também escrevem e que participam das conversações com outros blogueiros de sua classe. Esta é uma parte importante na construção do conhecimento e do senso de comunidade, especialmente quando os estudantes investigam e escrevem sobre idéias relacionadas. Quando, por exemplo, uma sala de aula inteira está voltada a investigar os direitos humanos, as interações que ocorrem entre os blogueiros podem ter um forte impacto tanto nos escritos individuais quanto na noção de construção coletiva de conhecimento. Assinalar as contribuições ou comentários, evidencia que são uma parte integral da blogosphera e não apenas escritores isolados.

O professor deve deixar claro o que espera. Não traduzi por falta de tempo, mas é uma proposta muito estruturada e, em parte, inspirada pelo fato dos alunos terem uma preocupação maior com o como serão avaliados do que com o que vão aprender.
Os blogs devem ser avaliados pelos próprios alunos. Isso é o que leva os alunos a blogar, a avaliação do blog feita pelo professor mantém o status quo: o aluno escreve para o professor, como sempre.

Encontrei em um dos blogs as seguintes questões, que me lembraram alguns projetos de aprendizagem:
O que você faria se o objetivo proposto por seu aluno fosse escrever em seu blog 5 post falando sobre o que comeu no almoço? Os objetivos do blogueiro/aluno devem ser aprovados pelo professor? Que diretrizes devemos usar?

"Os alunos necessitam parar de dar "respostas" (que sugerem o fim de uma discussão) e começar a contribuir com reflexões, experiências e questões (que sugerem que a discussão continua)"."

1 Comments:

At 5:29 da tarde, Blogger Beatriz said...

OlÁ Sonia, te encontrei por acaso!!Como fizestes uma ligação direta com o o que apresentamos no nosso blog, acerca de resultados e discussões feitas por nós, deixo aqui o nosso endereço.http://projetando.blogspot.com/2005_06_01_projetando_archive.html
Somos pesquisadores de Porto Alegre, estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Esperamos cooperar para um trabalho em rede, onde o material construído por uns desafia a contrução de novos materiais para os outros.
Um abraço
Beatriz Magdalena

 

Enviar um comentário

<< Home

"You cannot be literate in the 21st Century unless you are literate in all the media that are used to communicate." [C. Bazalgette]